Subscrever
Rotas & Destinos




- - - - - - - - - - - - - - -
Rotas&Destinos
no Facebook
- - - - - - - - - - - - - - -
  Bloco de notas
   Hoteis, Restaurantes e Shopping
   Globetrotter 
   Livros e Discos
   Promoções 
   Agenda
   Dicas de Viagem
   Dicas de Saúde
 
  Secções
 • Fim-de-semana 
 • Estrada fora

 • 24 Horas
 • Hotéis
 • Em destaque
 • Especiais
 • Panorâmica
 • Lugares com história
 • Gourmet
 • As viagens de
  Pesquisar artigos


  Planear Viagem
 • Programas de Viagem
 
  Jogue online
 • Acção
 • Desporto

 • Plataformas
 • Puzzle
 • Shoot´Em Up
 
  Utilidades
  
- - - - - - - - - - - - - - -
 Edições Anteriores
- - - - - - - - - - - - - - -
    XL >   Rotas & Destinos > Algarve
P A N O R Â M I C A

Julho 2003
A Ria Formosa, que se estende do Ancão à Manta Rota, e a Ria do Alvor, entre Portimão e Lagos, são consideradas duas das mais importantes zonas húmidas de Portugal. Aqui, longe do bulício típico do Verão, poderá desfrutar da natureza em estado puro e conhecer um outro Algarve

Fotos de João Nunes da Silva
   

 

Abraçada ao mar
Numa época em que tomamos consciência da necessidade de preservar o ambiente, a Ria de Alvor vai ganhando importância e um significado crescente. Abraçada pelo mar de um lado e pelo estuário do Rio Arade do outro, é uma zona privilegiada para a pesca e a criação de moluscos.
Os rochedos dourados na Ponta da Piedade, em Lagos (na foto), caracterizam muitos dos promontórios existentes nesta região.Aqui poderá tirar partido da paisagem em barcos alugados a pescadores, que, a outras horas, se dedicam à apanha do berbigão e da amêijoa, especialidades que fazem as delícias dos apreciadores da boa mesa.

Vegetação dunar
A proximidade do mar actua como factor fortemente selectivo na existência de vegetação.
As plantas costeiras, como o estorno – uma das resistentes plantas que caracterizam os sistemas dunares da costa algarvia –, estão sujeitas a ventos fortes carregados de partículas de sal, a excesso de luminosidade e a grandes amplitudes térmicas. Junto à Ria do Alvor (na foto), um cordão dunar que separa uma das margens da ria do mar forma uma extensa praia que atesta bem o encanto das praias do Sul do País.

Tradição secular
A partir do Centro de Educação Ambiental da Quinta do Marim pode realizar um percurso pedestre com extensão de três quilómetros pelo Parque Natural da Ria Formosa. Sistema lagunar de grandes dimensões, oferece, além dos atractivos naturais, um passeio histórico e cultural. Um velho moinho de maré, datado de 1885, reluz ao fim da tarde no horizonte: é um dos três que se mantêm em funcionamento no nosso país. Estes engenhos (cujo aparecimento data do século XIII) atestam a arte do homem no aproveitamento das marés para a moagem dos cereais. Reza a história que só na Ria Formosa terão existido cerca de 30 destes moinhos, tradicionalmente construídos em estuários e lagunas.

Mãe Natureza
As águas dos sapais, por serem calmas e possuírem grande quantidade de nutrientes, constituem um bom local de abrigo e permanência para numerosas espécies, funcionando como viveiro ou maternidade para peixes, moluscos e crustáceos. Além da paisagem tranquila que a Ria do Alvor (na foto) oferece, é também o habitat de muitas aves sedentárias e migratórias que aqui constroem os seus ninhos sazonalmente. Mas é ao entardecer, quando o sol empresta ao mar a sua cor sonolenta, que a ria se torna mágica, filtrada por tons de vermelho e prata.
.

 
Pesquisas relacionadas com este artigo:
                

 

Anunciar on-line | Contactos | Notícias por RSS | Promoções | Serviços Móveis Record | Serviços Móveis CM
ADSL.XL | Classificados | Emprego | Directórios | Jogos | Horóscopo | Tempo

Copyright ©. Todos os direitos reservados. É expressamente proíbida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Edirevistas, S.A. , uma empresa Cofina Media - Grupo Cofina.
Consulte as condições legais de utilização.